carregando

Notícias

imprimir

+ -

Associação Pestalozzi realiza obras com verba de dano moral coletivo

Com o auxílio de uma destinação do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Goiás, a Associação Pestalozzi de Rio Verde pôde realizar obras no Centro Dunga de Ensino Especial e Clínica de Reabilitação e Estímulo de Fisioterapia e Equoterapia, mantidos pela entidade. Em evento de inauguração realizado na última quarta-feira (31), a juíza do Trabalho Samara Sousa e o procurador do Trabalho André Pessoa conheceram a ampliação predial do Centro Dunga.

A Associação Pestalozzi auxilia crianças, adolescentes e adultos – bem como suas respectivas famílias – que apresentem deficiência e transtornos globais do desenvolvimento. A entidade está presente do Estado de Goiás há 43 anos e tem como missão “promover, executar e apoiar ações que contribuam para a inclusão social das pessoas com deficiência e o resgate da cidadania visando, sobretudo, a qualidade de vida dos seres humanos”.

Segundo André, a Associação Pestalozzi foi indicada como uma das entidades a ser beneficiada devido à importância de se oferecer auxílio a esse grupo de pessoas. "É fundamental o apoio a ações que contribuam para que as pessoas com deficiência e transtornos globais do desenvolvimento possam ter a qualidade de vida que merecem, com plena participação na vida comunitária e igualdade de oportunidades”, completa.

Conheça o processo – A destinação realizada tem origem na condenação da BRF – Brasil Foods S.A. em razão do descumprimento à legislação que determina a concessão de intervalo para recuperação térmica a todos os trabalhadores que laborem em ambiente artificialmente frio, com temperatura igual ou inferior à 12ºC. Além de ser obrigada a conceder o referido intervalo térmico, a empresa foi sentenciada ao pagamento de indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 1.630.862,77.

A magistrada responsável pelo julgamento, Samara Sousa, indicou oito entidades para o recebimento de, aproximadamente, R$ 200 mil cada. O valor de R$ 196.415,00 foi destinado à Associação Pestalozzi de Rio Verde, para a construção do refeitório do Centro Dunga de Ensino Especial e Clínica de Reabilitação e Estímulo de Fisioterapia e Equoterapia.

Fonte: Ministério Público do Trabalho em Goias

Data da noticia: 09/02/2018

Comentários

Não comentários.